Acadêmicos e poetas saudaram Martins Fontes

Maria Araújo, presidente da Academia

Maria Araújo, presidente da Academia

A Sociedade Portuguesa de Beneficência foi palco, na manhã desta quarta-feira (18), de homenagens ao poeta Martins Fontes, dando sequência à programação da 8ª Semana Martins Fontes, promovida pela Academia Santista de Letras.

Ademir Pestana, presidente da Beneficência

Ademir Pestana, presidente da Beneficência

A poesia, como não poderia deixar de ser, foi a forma desenvolvida pela Academia para reverenciar a memória de José Martins Fontes, médico-poeta que nasceu em Santos, em 23 de junho de 1884 e faleceu em 25 de junho de 1937.

O encontro de poetas na Beneficência aconteceu no Salão Nobre da Beneficência, o mesmo onde o homenageado teve seu corpo velado por uma multidão há 87 anos.

Ademir Pestana e Maria Araújo

Ademir Pestana e Maria Araújo

O evento “Seguindo os passos de Martins Fontes pela Beneficência Portuguesa” foi comandado pela presidente da Academia Santista de Letras, Maria Araújo Barros de Sá e Silva que dividiu a abertura da atividade com o presidente da Beneficência, Ademir Pestana.

Diretora Maria de Lourdes e Maria Araújo

Diretora Maria de Lourdes e Maria Araújo

Pestana, na recepção aos acadêmicos e na saudação a Martins Fontes, falou sobre as lembranças deixadas pelo médico-poeta na Beneficência, especialmente sobre a docilidade com que tratava os pacientes, usando da palavra e da afabilidade para levar conforto aos doentes, e concluiu com a leitura da obra “Soneto”.

Poetisa Dalva de Araújo

Poetisa Dalva de Araújo

A acadêmica Maria Zilda da Cruz, presidente da Academia feminina de Ciências, Letras e Artes de Santos, além de declamar, falou sobre a relação médico/poeta de Martins Fontes, recorrendo à história da Medicina, que de antanho se fazia necessário a estes profissionais, vasto conhecimento de Literatura, e da solução encontrada pelo homenageado para satisfazer e enriquecer seu lado poético sem desagradar o pai, o médico Silvério Fontes. Por determinação do pai, Martins Fontes foi estudar medicina no Rio de Janeiro, onde sempre pretendeu ir para conhecer e conviver com poetas que o inspiravam como Olavo Bilac, Arhur Azevedo, Coelho Neto e outros.

Maria Zilda, presidente da Academia Feminina de Letras

Maria Zilda, presidente da Academia Feminina de Letras

Considerado um dos dez melhores poetas na língua portuguesa, Martins Fontes, como médico se destacou como humanista e na homenagem desta quarta-feira teve algumas de suas poesias declamadas. A poetisa Dalva Maria de Araújo Sales, inclusive, apresentou poesia de sua autoria “O retrato de Martins Fontes”, inspirada em uma foto do poeta.

Jornalista Noemi Macedo

Jornalista Noemi Macedo

Programação – Dando sequência à Semana Martins Fontes que faz parte do Calendário oficial do Município, a programação da Academia é a seguinte:

Quinta-feira (19) – 9h: Caminhada com Martins Fontes
Local
– Orquidário – Praça Washington José Menino

Acadêmico Tabajara L.C. Serpa Pinto

Acadêmico Tabajara L.C. Serpa Pinto

Sexta-feira (20) – 9h: Caminhando com Martins Fontes pelas Alamedas da Pinacoteca
Local
– Pinacoteca Benedicto Calixto – Av. Bartolomeu de Gusmão, 15 – Boqueirão

 

Sábado (21) – 9h: Tradicional Romaria dos Cravos Vermelhos
Local
– Cemitério do Paquetá (onde está o túmulo do homenageado)

Domingo (22) – 9h: Tertúlia Matinal junto ao busto de Martins Fontes
Local
– Jardim da Praia José Menino em frente ao número 70 da Av. Presidente Wilson

Segunda-feira (23) – 9h: Encerramento da Semana e comemoração dos 58 anos da Academia
Local
– Instituto Histórico de Santos (Salão Nobre) – Av. Conselheiro Nébias, 689.

 

 

 Declamando em homenagem a Martins Fontes

Declamando em homenagem a Martins Fontes


(Fotos: SPB)

 

2016 © Todos os direitos reservados

Telefones :        (13) 2102-3434    /    Luto:    (13) 2102-3436