Acervo – 13 de Novembro de 1886

Três anos e dois dias antes da Proclamação da República, D. Pedro II visita a Beneficência Portuguesa pela segunda vez

Na segunda visita do Imperador D. Pedro II à Sociedade Portuguesa de Beneficência de Santos, a crise da monarquia já se agigantava culminando com a Proclamação da República em 15 de Novembro de 1889, pelo Marechal Deodoro da Fonseca.

Aos treze dias do mês de novembro do ano de um mil oitocentos e oitenta e seis, nessa cidade de Santos, Província de S. Paulo, honra Sua Majestade o Imperador e Sua Majestade a Imperatriz do Brasil com Suas augustas presenças, o Hospital da Sociedade Portuguesa de Beneficencia e para comemoração de tão grata visita, mandou a Directoria desta Sociedade, lavrar o presente auto que Suas Majestades se dignão assignar com as pessoas presentes (sic)

spb001Segue a chancela de D. Pedro 2º, mais 10 assinaturas. Delas não consta a da Imperatriz Teresa Cristina Maria Giuseppa Gasparre Baltassarre Melchiore Gennara Rosalia Lucia Francesca d’Assisi Elisabetta Francesca di Padova Donata Bonosa Andrea d’Avelino Rita Liutgarda Geltruda Venancia Taddea Spiridione Rocca Matilde, ou simplesmente, Teresa Cristina de Bourbon, porque na época as mulheres, ainda, em sua esmagadora maioria, inclusive, representantes da Casa Imperial, eram tolhidas desse direito.

*A primeira visita de D. Pedro II à Beneficência Portuguesa de Santos aconteceu em 29 de agosto de 1875, quando estreou (assinou) o Livro de “Visitas Ilustres” da instituição, exemplar ainda em uso, onde constam assinaturas de príncipes, princesas, grandes navegadores, governadores, prefeitos e representantes do Clero, entre outros. Quando das visitas do Imperador, a Beneficência estava localizada em seu primeiro prédio no bairro Paquetá.

DOm Pedro II

2016 © Todos os direitos reservados

Telefones :        (13) 2102-3434    /    Luto:    (13) 2102-3436