Beneficência Portuguesa no adeus a Celso Lago

CelsoNa noite de sábado (28), Santos foi surpreendida com a notícia da morte do cantor Celso Lago, uma das mais belas vozes brasileiras e uma referência na música da região.

O velório foi realizado no domingo (29), na unidade 2 do Serviço de Luto da Sociedade Portuguesa de Beneficência e o sepultamento no Cemitério do Saboó, às 16h. O velório e o cortejo fúnebre foram acompanhados por familiares e amigos do cantor, a grande maioria ligada ao mundo musical. Os fãs, incrédulos também compareceram.

Celso Lago estava com 49 anos e morreu no hospital Guilherme Álvaro, vítima de um câncer de pulmão. A doença foi devastadora, entre diagnóstico e morte foi um curto espaço de tempo.

Dono de belíssima voz, Celso começou sua carreira musical em 1984, se tornou figura impagável da noite santista, cantou com grandes nomes da MPB, entre eles Cauby Peixoto, Jhonny Alf, Alaíde Costa e Leila Pinheiro. Fez diversos shows em temporada em navios de cruzeiros pela costa nacional e da América do Sul, chegou a fazer uma temporada com a sua banda na Hungria e por três ocasiões, se apresentou na Beneficência Portuguesa, por ocasião do aniversário de fundação da instituição e em comemoração ao Dia do Médico.

Na Beneficência Portuguesa, em 2006, por ocasião das comemorações pelos 157 anos da entidade, Celso Lago disse que estreava em palco até então inusitado na sua carreira: um hospital. Sempre bem humorado, disse na ocasião, ao abrir a parte musical do evento “Que essa minha participação se torne uma rotina na Beneficência…apenas como músico, naturalmente, quero aqui voltar e cantar para vocês outras vezes. É só me chamar”

Celso Lago voltou outras vezes à Beneficência par cantar e encantar com sua voz, sempre a convite. No domingo (29/12), quando aqui passou para que os amigos e fãs, dele se despedissem, não o fez a convite da instituição, mas do Criador.

2016 © Todos os direitos reservados

Telefones :        (13) 2102-3434    /    Luto:    (13) 2102-3436