Com certeza há dias, ela mostrava seu exuberante aspecto para oferecer seus deliciosos frutos, mas nós, na corrida do dia a dia nem notamos. Foi preciso que três garotos de idades entre 8 e 10 anos chamassem nossa atenção para o pé de Cerejeira-do Rio-Grande (árvore frutífera) no jardim da Beneficência Portuguesa, bem próximo ao gradil. Carregada de frutos, já maduros e convidativos ela está linda com o verde de suas folhas brilhantes ao sol.

Essa é uma das muitas árvores frutíferas do jardim principal da Beneficência Portuguesa, um dos pulmões verdes da Cidade de Santos que abriga várias espécies arbóreas (frutíferas e ornamentais), inclusive, algumas em extinção. A exemplo do prédio em estilo neocolonial do Hospital Santo Antônio, o jardim fronteiriço da Beneficência é tombado pelo Condepasa.

A cerejeira-do-Rio-Grande é indispensável em áreas de reflorestamento, pois é muito atrativa para a vida silvestre . Os frutos, de casca fina, cor vermelha a negra quando maduros, são muito saborosos, doces e levemente ácidos, que podem ser consumidos in natura ou na forma de compotas, geléias, sorvetes, vinhos, licores, etc.

Escreva um comentário

*

Your email address will not be published.

2016 © Todos os direitos reservados

Telefones :        (13) 2102-3434    /    Luto:    (13) 2102-3436