spinal-cordA estrutura óssea é sem sombra de dúvida, o principal equipamento natural de sustentação do corpo humano, mas nem por isso ela é lembrada como tal. Normalmente as pessoas esquecem que os ossos devem ser tratados com cuidado ao longo de toda a vida.

Prevenção – Devemos ter em mente que o melhor tratamento para ossos saudáveis continua sendo a prevenção e na expectativa de evitar transtornos e maiores complicações na terceira idade, o ideal é cuidarmos dessa estrutura desde cedo.

Para começar é preciso lembrar, sempre, que nosso corpo necessita de doses diárias de cálcio que varia de acordo com a idade, e que o cálcio é a base da formação da estrutura óssea; então quando se fala em osso, ele é, significativamente, 99% do cálcio no organismo.

Quem quer ter uma massa óssea saudável deve ficar atento a quatro hábitos básicos: alimentação, prática de exercícios físicos, exposição ao sol e sono, explicam especialistas que alertam: “A questão óssea deve preocupar mais às mulheres, porque os hormônios femininos são importantes para fixar o cálcio, e a falta desse mineral é o que acaba enfraquecendo os ossos”.

Alertam ainda que “As mulheres no período de menopausa não podem prescindir do acompanhamento do ginecologista para fazer um acompanhamento adequado e avaliar a necessidade de reposição hormonal. Além disso, na pós-menopausa elas perdem entre 0,5% e 1,5% da massa óssea ao ano e precisam de cuidados mais intensivos”.

Segundo ortopedistas, para cuidar dos ossos, medidas simples, porém eficazes, devem ser seguidas ao longo de toda a vida. Eles ressaltam que a criança que toma muito refrigerante vai acumulando para o futuro uma má qualidade dos ossos. Os pais devem ficar atentos, porque tomando mais refrigerante, a criança está propensa a ingerir menor quantidade de leite, importante fonte de cálcio.

Entre as fontes de cálcio estão: leite, coalhada, queijo, iogurte, carnes brancas, ovo e peixe, e ainda vegetais com folhas verde-escuras. É bom lembrar que a vitamina D, presente em hortaliças, legumes e nos peixes, ajuda o corpo a absorver o cálcio.

Os ortopedistas recomendam atividades físicas, entre elas caminhada, corrida e bicicleta (sempre com orientação de um especialista), porque estas ajudam a preservar a absorção do cálcio pelos ossos, além de aumentar a resistência e o metabolismo ósseo; expor-se moderadamente ao sol em horários adequados (pela manhã, antes das 10h ou final da tarde, depois das 16h) estimula a produção da vitamina D.

Recomendam ainda, evitar o fumo porque o cigarro também diminui a função da célula responsável pela produção da matriz óssea, que ocasiona uma maior dificuldade para fumantes na consolidação de fraturas.

Para preservar a saúde óssea, visite o médico regularmente, especialmente para rastreamento e prevenção, e de acordo com a idade, faça, anualmente, exames de densitometria óssea para detecção da osteoporose, doença óssea caracterizada por baixa regeneração e/ou rápida degeneração óssea causada por fatores nutricionais, metabólicos ou patológicos; gerando ossos pouco densos e frágeis.

Na Sociedade Portuguesa de Beneficência de Santos (Av. Bernardino de Campos, 47), a equipe de Ortopedia chefiada pelo Dr. Luiz Augusto C. Bicudo, atende de segunda a sexta-feira, das 9 às 18h.

(Fotos: Divulgação)

2016 © Todos os direitos reservados

Telefones :        (13) 2102-3434    /    Luto:    (13) 2102-3436