Feira Hospitalar encerra com 76.000 visitas profissionais

A Hospitalar 2007 – 14ª Feira Internacional de Produtos, Equipamentos, Serviços e Tecnologia para Hospitais, Laboratórios, Clínicas e Consultórios, maior feira de saúde da América Latina, realizada de 12 a 15 de junho, em São Paulo, encerrou com 76.000 visitas profissionais e estimativa de vendas de R$ 4 bilhões em equipamentos, produtos e serviços para estabelecimentos de saúde.

O evento reuniu cerca de 1.000 empresas expositoras nos pavilhões do Expo Center Norte, na capital paulista. Durante quatro dias foram apresentados os mais avançados produtos médico-hospitalares, para um público formado por dirigentes de hospitais e clínicas, médicos, enfermeiros, dentistas e demais profissionais do setor de saúde. O levantamento preliminar dos organizadores (até 15 horas) indica que a feira recebeu 76.000 visitas profissionais (3% a mais que na edição anterior), representando 61 países.

Trinta por cento dos expositores da feira Hospitalar foram empresas estrangeiras, interessadas no potencial de compras do mercado brasileiro e latino-americano. Em 2006, somente o Brasil importou US$ 6 bilhões em fármacos e equipamentos para área de saúde.

As exportações de produtos e equipamentos brasileiros somaram no ano passado US$ 441 milhões, boa parte delas impulsionadas pela feira Hospitalar.

A direção da Abimo – Associação Brasileira da Indústria Médico-Hospitalar encerrou a feira dobrando sua expectativa de vendas. Um grupo de 60 empresas associadas à entidade promoveu durante a feira uma rodada de negócios com compradores de 18 países. O resultado de vendas (na feira e para os próximos 12 meses) alcançou US$ 6,5 milhões, superando em muito a previsão inicial de US$ 3,5 milhões. Entre os maiores compradores estão a Índia, Arábia Saudita, Yemen e Colômbia, representando 45% do volume total de vendas.

Outros expositores também relataram resultados igualmente positivos. A Fanem, empresa dedicada às áreas de neonatologia e laboratórios, recebeu mais de 1.200 clientes nos quatro dias de feira, incluindo os grandes hospitais brasileiros e várias secretarias de saúde do pais. Suas vendas na superaram R$ 1 milhão.

A J.G Moriya (produtos para anestesia e oxigenoterapia) fez contatos com compradores de 14 países, encaminhando negócios da ordem da R$ 3 milhões. Já a empresa Cummins Power Generation no Brasil recebeu em média 50 visitantes por dia, de países como Brasil, Peru, África do Sul, Angola, Alemanha e Estados Unidos.

Fonte: http://www.hospitalar.com.br/imprensa/not2052.html

2016 © Todos os direitos reservados

Telefones :        (13) 2102-3434    /    Luto:    (13) 2102-3436