Incentiva a doação de sangue e conscientização sobre cânceres de cabeça e pescoço

Vermelho é a cor do mês de junho no projeto “Cores da Saúde na Beneficência Portuguesa”, que será lançado oficialmente no próximo mês de agosto, quando a Sociedade Portuguesa de Beneficência de Santos completa 160 anos.

A escolha do Vermelho para caracterizar a cor do mês de junho no calendário de Cores da Saúde na Beneficência Portuguesa não foi por acaso, afinal a Organização Mundial da Saúde (OMS) estabeleceu que o Dia Mundial do Doador de Sangue, é celebrado no dia 14 deste mês.

Além de celebrar o Dia do Doador de Sangue, a Beneficência relaciona o mês de junho à conscientização sobre dois tipos de cânceres: de cabeça e de pescoço, conforme especificado no Projeto em desenvolvimento sobre as Cores da Saúde na Instituição.

O presidente da Instituição, Ademir Pestana ressalta a importância dos dois temas trabalhados junto aos colaboradores com o objetivo de propagar ao maior número de pessoas possíveis, a importância da doação de sangue e da prevenção aos cânceres de cabeça e pescoço, bem como de outras doenças.

“No mês de junho os Bancos de Sangue costumam registrar queda bastante significativa nos estoques, o que naturalmente gera grande apreensão pois a necessidade desse precioso líquido nos hospitais não dá trégua. A importância da sua doação é imensurável porque pode salvar até quatro vidas e se lembrarmos que o sangue humano não pode ser fabricado artificialmente, concluímos que a doação é mais que um ato de solidariedade, é um ato de amor à vida” ressalta o presidente da Beneficência sobre a necessidade de campanha diuturna sobre a importância da doação de sangue.

Cabeça e Pescoço – Embora o Dia Mundial do Câncer de Cabeça e Pescoço, seja assinalado no calendário da Saúde, em 27 de julho, a Sociedade Portuguesa de Beneficência de Santos decidiu inserir a campanha de prevenção com um mês de antecedência, devido ao fato de pesquisas apontarem que os tumores de cabeça e pescoço são mais frequentes em homens na faixa dos 60 anos de idade e representam o segundo tipo da doença com maior incidência na população masculina. O objetivo é disseminar informações sobre prevenção e detecção precoce desses tipos de câncer que se manifesta na boca, na faringe e na laringe, entre outras localizações da cabeça e do pescoço.

“Sabemos que os tumores de cabeça e pescoço são relacionados ao tabagismo, ao consumo de bebidas alcoólicas e infecções pelo papilomavírus humano (HPV), por isso três ações são primordiais na prevenção: evitar o tabagismo e o consumo abusivo de bebidas alcoólicas e tomar a vacina contra o HPV (vírus transmitido principalmente pelas relações sexuais que atinge a pele e as mucosas). Consultar regularmente o dentista e não descuidar da consulta médica tem que fazer parte da rotina” alerta o presidente da Beneficência.

 

Escreva um comentário

*

Your email address will not be published.

2016 © Todos os direitos reservados

Telefones :        (13) 2102-3434    /    Luto:    (13) 2102-3436