Os corredores e quartos de hospitais irradiam esperança, envolta em tantos outros sentimentos e histórias, que podem desencadear em momentos de felicidade e aprendizado.

Profissionais das mais diversas áreas e pacientes têm seus destinos cruzados, fazendo a diferença na vida uns dos outros.

Em um dos exaustivos dias da rotina hospitalar da Beneficência Portuguesa de Santos, o marinheiro aposentado José Araújo Filho teve sua vida impactada pela ação e doação de pessoas que até outro dia ele desconhecia.

O paciente que convive com diabetes, estava internado na ala 3H da instituição e durante um papo amigável com uma das gestoras da SPB, confidenciou que sua sobremesa preferida era manjar branco. Na ocasião, também revelou que a música Saigon, um dos grandes sucessos do cantor Emílio Santiago, era a sua favorita.

As informações foram o suficiente para que a equipe do hospital pudesse fazer uma surpresa para José: no dia do aniversário do paciente, o setor de nutrição, juntamente com colaboradores da Ong Tchau Dodói e o músico André Dallabona, prepararam um “Parabéns” especial, com direito à bexigas, música e é claro, um delicioso manjar.

Paula Ribeiro, Coordenadora da Humanização e Assistência Social da SPB, comenta como é realizado o processo para preparar as surpresas, que costumam ser nos dias de aniversário dos pacientes. “Um dia antes da homenagem, costumamos fazer uma visita ao paciente e na ocasião, procuramos coletar informações que possam compor a surpresa no dia seguinte”, explica.

Durante esse cuidadoso trabalho, a equipe esbarra em histórias como a de Ana Teobaldo Ferreira, que aos 95 anos nunca havia recebido uma festa de aniversário. Durante a recorrente visita do setor de atendimento, muito emocionada, ela contou que gostava das canções do Padre Antônio Maria, em especial a música “Oração”.

Dona Ana contou que durante o período de enfermidade, ela ouvia essa música e se emocionava muito. Enquanto conversava com ela, já passei a informação para a equipe do Tchau Dodói e para o André Dallabona, para que ele tirasse a música no violão”, conta Paula Ribeiro.

Além da presença das equipes do hospital, colaboradores e do Presidente da SPB, Ademir Pestana, Ana Ferreira celebrou seus 96 anos entre amigos e pessoas queridas.

Um ambiente humanizado e repleto de cuidados

Homenagens e ações como essa tornaram-se rotina na Beneficência, e as mais recentes recebem o apoio da equipe do “Beneficência na TV” – programa semanal, conduzido pela jornalista e apresentadora Cris Carvalho – que registra o momento inesquecível.

Nomeado como “Dia Feliz”, o trabalho faz parte do projeto “Humaniza-Benê”, iniciativa que promove aos pacientes e seus familiares mais conforto e bem estar, além de um contato maior com o dia a dia da instituição.

Confira algumas imagens:

Escreva um comentário

*

Your email address will not be published.

2016 © Todos os direitos reservados

Telefones :        (13) 2102-3434    /    Luto:    (13) 2102-3436